24.2.13

Brad an Jolie

Clássico, elegante e sedutor. Uma advertência com o olhar, um jogo perigoso de mãos e uma subtileza a manusear os lábios. Nada fica ao acaso. Cada movimento suspeita, cada gesto realça o desejo. A intuição é perder-se naquele corpo. Suspira. Foge e deixa-se apanhar. (Nada melhor que resistir por segundos, só para se sentir mais desejada). Ele agarra-a pela cintura e puxa-a para si. A perfeição reside na junção física dos corpos enlaçados num amor mútuo. A cama fica remexida, os lençóis com vincos e as roupas de ambos conhecem-se no chão.