31.8.12

Eu

"A culpa foi tua. Fui levado a viver ao pé de ti, a preocupar-me com os teus dias, a pôr-me nú, escondendo o pouco que restava da minha solidão dentro da tua. Da solidão que era minha. Da solidão que se apaixonou por ti. Que era, mais coisa, menos coisa -eu. " MEC 

2 comentários:

Deixa o teu primeiro impulso deslizar pelos os dedos.