6.11.11

Singular

Paraíso? Era vires ter comigo solteiro. Não como estado civil, mas não trazeres ninguém preso ao teu coração e escondido na tua alma. Vires apenas tu, sem a ex na cabeça e as saudades no coração. Vires sozinho ter comigo, a caminhares lentamente com esse teu andar místico ao atravessares a rua. Podes vir, sabes onde moro, mas já sabes traz só contigo a vontade de me amares, singularmente. 

6 comentários:

  1. eu também gostava que isso me acontecesse :c
    continua, escreves muito bem*

    ResponderEliminar
  2. isso dói sempre tanto..
    gostei muito. :)

    ResponderEliminar
  3. Também espero por isso, o que me põe doente. Mesmo sem ninguém no coração, decerto que ele não virá. Gostei muito :)

    ResponderEliminar

Deixa o teu primeiro impulso deslizar pelos os dedos.