8.9.11

Místico


Quantas mais vezes digo para por os pés no chão mais vezes o chão se levita. A racionalidade dos meus queridos dias perdem-se na causalidade dos pensamentos que me assobram. Da forma mais poética que o amor pode ser é da forma inversa que tu ainda mexes comigo. Pequeno prazer que acontece todos os dias. Ou de nada doce traz. Porque com as recordações vêm as saudades, com as saudades vêm a dor e com esta a solidão. E estou aqui, no meio de uma multidão que nunca vi, com a solidão que nunca quis.

5 comentários:

  1. é sempre assim infelizmente :s

    ResponderEliminar
  2. Gostei imenso :)
    Olha será que podias ajudar-me ? Uma amiga está a participar num concurso e precisa da ajuda de todos para vencer! É muito simples, só tens que ir a este link http://apps.facebook.com/easypromos-premium/voteme/2456/612992074 e votar ! Não custa nada (a) Obrigada :D*

    ResponderEliminar
  3. compreendo. estar no meio de tantas pessoas e sentir a falta apenas de uma não é? adoro o blog. e os textos.

    ResponderEliminar

Deixa o teu primeiro impulso deslizar pelos os dedos.