10.6.11

Teu

Puro, virgem, límpido e teu. Este sentimento genuíno e perdido na realidade fictícia. Simples, discreto, criança e teu. Este sentimento antigo e sem hipóteses contigo. Tu sabes ou fazes subentendido neste meu canto fatigado. Abre-me e prende-me a ti sem demoras, sem compromissos, para sempre.

4 comentários:

Deixa o teu primeiro impulso deslizar pelos os dedos.