18.4.11

verão

A areia colada estranhamente no corpo. O sol a derreter a epiderme. Os corpos dilatados encaixados sobre uma toalha. Um beijo com textura de mar e um sabor salgado. A brisa a ondelar os cabelos e as marés a definirem as ondas. O verão no seu ponto mais alto.

9 comentários:

  1. quando vier o verão, tem de ser tudo nosso (; Fazer as coisas sem pensar nas consequências até porque verão é mesmo isso - irreverência!

    ResponderEliminar
  2. O verão faz tanta falta*

    ResponderEliminar
  3. Olá :) Queria informar-te que o meu blog vai ficar privado e que se o quiseres continuar a seguir deves deixar um comentário no blog com o teu e-mail (o comentário não será aprovado) e se não conseguires comentar antes de eu o privar, envia o e-mail para porque_sim_ss@hotmail.com e o endereço do teu blog.
    Obrigada, Sara.

    ResponderEliminar
  4. o amor no seu ponto perfeito

    ResponderEliminar
  5. O verão, o verão que nunca mais chega!

    ResponderEliminar
  6. gostei imenso!
    sigoo (:
    segues-me?*

    ResponderEliminar

Deixa o teu primeiro impulso deslizar pelos os dedos.