3.9.10


Acho que a melhor coisa que posso fazer agora é gritar comigo mesma para ver se me assusto. Despertar para a gravidade da situação. Mentalizar-me que tu  não me afectas. Por fora daqui este salteado de qualquer coisa tipo raiva e ódio e algo mais. Já nem sei, nunca soube nem quero vir a saber. E tal como tu vou optar pela ignorância e o desprezo para comigo mesma. Por um fim definitivo às brincadeiras entre ti e a minha consciência. 

2 comentários:

  1. "Por um fim definitivo às brincadeiras entre ti e a minha consciência".
    Demais +.+
    Diz muito! :D

    ResponderEliminar
  2. ohh love, já vi que andas a escrever pra mim e por mim *.*

    ResponderEliminar

Deixa o teu primeiro impulso deslizar pelos os dedos.