26.7.10

For a long while

Não tenho ou não devia de dizer nada. Explicar ou muito menos justificar nada. A ninguém. Pegar no meu amor e naquilo que me mata e ir-me. Ir até onde o coração se destina-se. Pisar e marcar a estrada com e por aquilo que me move. Até a esse destino, lugar, ao teu peito.  E chegar lá. Abraçar-te com um abraço demorado e dar-te um beijo por um prolongado enquanto. Constatar que cansaço físico é menor que o cansaço interior, cansaço de lutar contra aquilo que me mata. Quebra-me o fôlego. Mata a saudade que me consome.

23 comentários:

  1. Não, não xD
    Aquilo é só uma história que ando a inventar e a postar x)

    ResponderEliminar
  2. bom post. às vezes tambem eu quero isso

    ResponderEliminar
  3. está lindo *.*
    concordo, aquela frase está muito boa, e a música também é tão gira!

    ResponderEliminar
  4. Obrigada, digo o mesmo da tua.
    Vou seguir **

    ResponderEliminar
  5. devemos apenas seguir o coração querida <3

    ResponderEliminar
  6. Lindo :)
    obrigada *
    beijinhos vou seguir*

    ResponderEliminar
  7. quer dizer "flutuar"
    eu estava a pensar fazer o mesmo mas na mao.

    ResponderEliminar
  8. maravilhoso. amei, como sempre (;

    ResponderEliminar
  9. quebra-me o folego! que lindo.

    ResponderEliminar
  10. não estou nada de mais, *
    mas obrigada (:
    o texto, o:
    está lindo!

    ResponderEliminar
  11. ira ficar... depois posto para veres ;)

    ResponderEliminar
  12. Gostei, um beijinho linda :)

    ResponderEliminar
  13. http://www.e-castig.com/index.php?r=H1PCx

    Clica aqui e podes tentar ganhar um dos quatro prémios! Basta escolher e clicar diariamente!

    ResponderEliminar
  14. desculpa marie, não ter dito nada, mas só vi o teu coment há pouco.
    nem tens noção de como escreves bem :o

    ResponderEliminar
  15. selinho para ti querida*

    ResponderEliminar

Deixa o teu primeiro impulso deslizar pelos os dedos.