24.6.10

Online

Vacilei.
A minha coluna vertebral sofreu um forte arrepio. Apareceste num jeito repentino. Pensei sempre que me fosses inatingível.  
Naquele instante do sufoco de alma o meu coração gritou num aperto desesperante. A cada batimento cardieco irregular surgia a inquietação que rompia por todos os poros.
Se te manifestasses com um gesto, palavra, ficaria logo ali, deitada naquele chão, morta pelo irrespirável sufoco.
Mas como é hábito da monotonia, não te revelaste, e foi o melhor.

11 comentários:

  1. ainda bem que gostaste! obrigado.

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigada :)
    Pode ser que se revele e tu saibas lidar com esse sufoco, gostei !

    ResponderEliminar
  3. Ainda bem que gostas-te Marie :D

    ResponderEliminar
  4. é mais doidice que coragem.

    gostei :')
    beijinho

    ResponderEliminar
  5. fiz em abril.
    já nao estavamos bem, alias, nos tivemos a nossa historia vivemos de tudo mas nunca namoramos.

    ResponderEliminar
  6. muito obrigada , adorei este (:

    ResponderEliminar
  7. ahah eu também acho que e bom (muitoo bom)

    Gostei do teu blog *
    Vou seguir*

    ResponderEliminar

Deixa o teu primeiro impulso deslizar pelos os dedos.