2.6.10

“O mentiroso faz dois esforços: mentir e segurar a mentira.” Jorge Camora

Mentir ao coração e à cabeça é como anestesiar um cancro crónico, a dor é apenas advertida continuando o mal entranhado nas células. A forma verbal “amar-te” ainda se acentua no meu coração, e não há prazer ou droga que o detenha.

2 comentários:

  1. ''(..)e não há prazer ou droga que o detenha.''
    aii rapariga :$

    ResponderEliminar
  2. Sim, completamente!
    São daquelas frases que sabemos mas simplesmente não conseguimos exprimir e escrever! Mas não deixa de fazer sentido.

    Essa frase de Jorge Camora tem todo o sentido! O mentiroso tem de saber mentir mas ao mesmo tempo saber até onde e como o pode fazer

    ResponderEliminar

Deixa o teu primeiro impulso deslizar pelos os dedos.