29.6.10

Meia dúzia de Minutos


A hesitação vibrou por tantas vezes nos meus dedos.  
Precipitei-me e cedi ao meu impulso.
(...)
Fechei os olhos mas a alma não se fechou e ia mostrando ao mundo da minha cabeça, mais uma vez, memórias passadas como um disco riscado. Estiquei o corpo na larga cama e o coração ia-se contraindo descontroladamente.
Engolia em seco. Suava. Diluía-me em ansiedade pela espera.
Era uma lista incontável de perguntas que queria respostas tuas, mas nenhuma delas te questionei.
Falámos de tudo e especialmente de nada em meia dúzia de minutos.
Depois deixaste-me vítima do teu amor estéril à tona da tua indiferença.

18 comentários:

  1. nao tenhas medo de lhe fazer essas perguntas, vais ver que tudo se torna mais fácil.

    ResponderEliminar
  2. está muito bonito. às vezes não sabemos qual a maneira mais adequada de chegarmos a certas pessoas e evitamos perguntar-lhes algo :$

    ResponderEliminar
  3. também já sigo ;)
    - Adorei o post. E deixa-me que te diga, que sabes muito bem usar as palavras. Parabéns :) beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Não era camarão :O
    ERA MARISCO (ahahahhahha)
    Ohh amor, não sabes nada :$

    ResponderEliminar
  5. Oh obrigada. Mas não tenho tido grande inspiração.
    Está lindo o post. Às vezes tenho inveja de ti, porque tens muito vocabulário...

    ResponderEliminar
  6. gostei imenso .
    sabes bem como usar as palavras, adorei !

    ResponderEliminar
  7. oh, a tua é bem melhor, adorei mesmo!

    ResponderEliminar
  8. "Depois deixaste-me vítima do teu amor estéril à tona da tua indiferença."

    não vou usar a frase do "amor é fodido" , mas vou dizer-te que a indiferença é uma m*rda

    ResponderEliminar
  9. Sabes como colocar os pensamentos no papel. Ou melhor, no blog. Em palavras, digo.
    Estou te seguindo, lindo blog.

    ResponderEliminar
  10. por vezes e melhor perg se ficar calada!
    ta magnifico este post^^

    ResponderEliminar
  11. essa tua escrita é incrivel. está lindo, eu é que gosto de teu texto, mesmo (:

    ResponderEliminar
  12. os teus posts são magnificos, tanto pelos textos como pelas imagens! :)

    ResponderEliminar
  13. Quantas vezes não cedemos ao impulso :$
    <3

    ResponderEliminar
  14. Obrigada querida (:
    Eu adoro mesmo a forma como escreves.

    ResponderEliminar

Deixa o teu primeiro impulso deslizar pelos os dedos.