20.6.10


Disse tudo aquilo de boca para fora e soltei umas gargalhadas, tal como eles, para não se perceber e até para convencer o meu coração.
Ria com eles, apesar da dor que o riso me provocava.
A respiração já não fluia com naturalidade, aquele ambiente hipócrita sufocava-me. Respirava ironias e expirava mentiras.
Detestei-me pelo modo como fiquei com o coração aos saltos.


5 comentários:

  1. muito lindo.
    obrigada pelo teu comentário .

    ResponderEliminar
  2. não tens de que fofinha :')

    ResponderEliminar
  3. as emoções mais profundas são sempre escondidas com sorrisos :$

    ResponderEliminar
  4. É uma grande frase mesmo! daquelas que deixa a pensar qualquer uma.

    Por vezes nós tentamos mostrar aos outros que estamos super bem e escondemos isso com um sorriso, mas os olhos raramente mentem!
    Como a Diana em cima disse as emoções mais profundas estão "atrás" de sorrisos!

    Grandes textos, parabéns! (:

    ResponderEliminar

Deixa o teu primeiro impulso deslizar pelos os dedos.