22.6.10

Volto aí, são meros escassos segundos, mas volto aí. 
Há dias que é inevitável e apareço por aí, para me sentir mais desse lado distante e paralelo.
Tropeço pelas escadas que são a artéria da casa e que me levam aí. (Sinto o sangue repleto de adrenalina em busca de todas as minhas feições corporais.) Vagueio aí por essas salas que as paredes não conhecem os raios do quente sol que abafa lá fora.
E aí estão corpos entrelaçados, vítimas de desejo amoroso, trocando gestos definindo o corpo de um e do outro.
Vou aí, porque venero esse lugar.

20 comentários:

  1. Adorei !
    Está muito bonito o blog *.*
    vou seguir sim?

    ResponderEliminar
  2. De nada querida, é bem merecido! :)
    Obrigada eu :b

    ResponderEliminar
  3. Está lindo :) Principalmente a maneira como escreves as coisas ^^

    "E aí estão corpos entrelaçados, vítimas de desejo amoroso, trocando gestos definindo o corpo de um e do outro."
    Mesmo bonito (:

    ResponderEliminar
  4. tão simples e tão bonito.

    ResponderEliminar
  5. obrigada querida , mas nunca tive sorte no amor como referi no texto :$

    ResponderEliminar
  6. http://atuavozasoaraomeuouvido.blogspot.com/ é o meu link :c

    ResponderEliminar
  7. Pois não sei :x ainda adiciono os blog's à moda antiga xD copias o link vais ao painel e onde diz adicionar colas o link e pronto :)

    ResponderEliminar
  8. não está nada de mais, acho (:
    mas obrigada fofiinha *

    ResponderEliminar
  9. Obrigada :$

    estas de parabens :) gostei do teu blog e do teu texto.

    usas uma linguagem ja bastante cuidada :)

    ResponderEliminar
  10. Adorei *.*

    Ainda bem que gostas-te e que a frase condiz contigo significa que partilhamos de sentimentos e opinioes iguais e isso é muito bom :')

    ResponderEliminar
  11. Obrigada *.*
    ai, que texto lindo!

    ResponderEliminar
  12. gostei :)
    ahah , é mesmo .

    ResponderEliminar
  13. oh, obrigada :)
    gostei mt deste.

    ResponderEliminar

Deixa o teu primeiro impulso deslizar pelos os dedos.