28.2.10

Aquilo que deixaste

O vazio da minha alma que tu já não preenches, mas deixaste por preencher, a alguém que não és tu, porque já não és aquele por quem um dia me apaixonei.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixa o teu primeiro impulso deslizar pelos os dedos.